Cancro do útero: testes e estadiamento

Para poder planear melhor o tratamento do cancro no útero, o médico precisa de saber o tipo de cancro do endométrio e a sua extensão (estadio).

Quando o tumor do útero se espalha, ou seja, metastiza para fora do útero, as células cancerígenas podem ter disseminado pelos gânglios linfáticos vizinhos, nervos ou vasos sanguíneos. Em situações mais avançadas, a disseminação pode ocorrer para gânglios linfáticos mais distantes, ou mesmo para outros órgãos, como os pulmões, o fígado e os ossos.

Quando o cancro metastiza, os locais para onde vai têem o mesmo tipo de células anormais do tumor primário. Por exemplo, se o cancro no útero metastizar para os pulmões, as células tumorais nos pulmões serão células semelhantes ao cancro uterino; neste caso, estamos perante um cancro uterino metastizado, e não um tumor do pulmão, devendo ser tratado como tal.

Assim, o estadio baseia-se no tamanho do tumor no útero, na disseminação (metastização) do tumor para os gânglios linfáticos e na sua metastização para outras partes do corpo (metastização à distância).

O médico pode pedir exames complementares de diagnóstico, como avaliação laboratorial e exames de imagem para definir a extensão da doença.

Possíveis testes de diagnóstico

Na maioria dos casos, o estadiamento da doença é cirúrgico, com a remoção do útero (histerectomia).

Na área Tratamento encontrará informação adicional e a descrição da cirurgia:

Depois da remoção do útero, o cirurgião pode procurar sinais óbvios de que o tumor tenha invadido o músculo do útero. O cirurgião pode, também, verificar os gânglios linfáticos e outros órgãos, na zona pélvica, para procurar sinais de invasão do cancro. Os tecidos removidos pelo cirurgião (útero e outros tecidos ou gânglios linfáticos) são, então, analisados por um patologista, ao microscópio, para verificar se existem células neoplásicas.

Os vários níveis de estadiamento

Estas são as principais características de cada estadio da doença:

o tumor está apenas no corpo do útero; não atinge o colo do útero.

o tumor metastizou do corpo do útero para o colo do útero.

o tumor metastizou para fora do útero, mas não para fora da pélvis (e não para a bexiga ou reto). Os gânglios linfáticos, na pélvis, podem conter células cancerígenas.

o tumor metastizou para a bexiga ou reto, ou mesmo para além da pélvis, para outras partes do corpo.

Avalie de 1 a 5 a utilidade deste artigo